A coleta e a disponibilização de dados para análises técnicas são processos considerados essenciais em qualquer empresa. Para isso, porém, o uso da tecnologia é considerado um fator-chave, o que nos leva à Inteligência Aumentada.

A Inteligência Aumentada utiliza a Inteligência Artificial (IA) para aprimorar o trabalho humano, ao invés de substituí-lo. No caso, ela aproveita a automação e o poder de organização que essa tecnologia possui para impulsionar a alfabetização de dados em todos os níveis da empresa. Permitindo, assim, que os usuários utilizem conteúdos de qualidade para criar insights de negócios e diferenciais de mercado.

A Inteligência Aumentada vem demonstrando eficácia em diversos segmentos, com destaque para finanças, transporte e manufaturas.

Mas afinal, o que é Inteligência Aumentada e por que ela é considerada o futuro da IA? Abordaremos esse assunto abaixo, assim como mostraremos as principais diferenças entre os dois termos.

O que é Inteligência Aumentada?

A Inteligência Aumentada é uma tecnologia que complementa e melhora o desempenho cognitivo do ser humano. Ela permite que os usuários aproveitem o potencial da Inteligência Artificial para realizar suas tarefas com mais efetividade.

Dentre os seus benefícios, destaca-se a melhora no desempenho, na produtividade e na experiência dos colaboradores. Afinal, eles passam a ter acesso a dados qualificados, que permitem visualizar a realidade da empresa de forma ágil.

Logo, a Inteligência Aumentada também agiliza o processo de tomada de decisão. Isso porque toda a parte de gerenciamento dos dados – que envolve captura, limpeza, análise e distribuição - é realizada de forma automática e inteligente. Com isso, eles chegam prontos para serem usados na promoção de melhorias e realização de projeções.

Nova call to action

Neste cenário, ela vem sendo considerada o futuro da IA. Isso porque um dos problemas da Inteligência Artificial é que as máquinas não têm intuição e, portanto, não são capazes de interpretar todos os significados dos dados.

Logo, quando atuam juntas, a tendência é que esse trabalho seja mais eficiente. Usa-se a automação gerada pela Inteligência Artificial e complementa-se com a capacidade analítica do ser humano.

Quais as principais diferenças entre Inteligência Aumentada e Inteligência Artificial?

A melhor forma de entender de que forma elas se complementam é conhecendo as suas diferenças. Confira mais, abaixo!

Inteligência Artificial

É o conceito amplo de que as máquinas são capazes de executar tarefas, antes realizadas somente por pessoas. O sistema reproduz a cognição humana e atua de forma autônoma. Por ser inteligente, a tecnologia vai se desenvolvendo conforme recebe novos dados.

Porém, atuando de forma isolada, não possui capacidade para tomar decisões, por exemplo. Isso porque ela não interpreta os dados, apenas os disponibiliza. Não oferece a leitura do cenário para, com isso, entender se os resultados obtidos são bons ou ruins.

Inteligência Aumentada

Enfatiza que as tecnologias de IA foram desenvolvidas para ajudar os seres humanos nas suas tarefas – e não tomarem o seu lugar. Logo, a Inteligência Aumentada combina a máquina com a inteligência humana, reduzindo o risco de falhas e elevando as chances de análises mais precisas.

As principais apostas para o futuro recaem sobre a aliança desses dois conceitos. Afinal, as pessoas não podem ser retiradas totalmente dos processos empresariais. Mas podem, sim, aproveitar todas as funcionalidades que as soluções tecnológicas oferecem para obter dados qualificados e tomar as melhores decisões.

Por este motivo, a Inteligência Aumentada, juntamente com a capacidade da Inteligência Artificial, é considerada a melhor opção para as empresas. Visto que é mais simples, eficiente e confiável.

O potencial da Inteligência Aumentada nas empresas

Dentre os benefícios que a Inteligência Aumentada oferece, os principais são:

1 – Automatização de tarefas

Atividades administrativas e de rotina consomem muito tempo e energia dos profissionais. Logo, com a automação, é possível aumentar a produtividade e permitir que os colaboradores se concentrem em processos que, igualmente, beneficiem o negócio. Ao mesmo tempo, reduz os erros humanos, garantindo informações mais precisas.

Em relação às análises financeiras, é essencial obter dados realistas. Desta forma, a Inteligência Aumentada permite que os profissionais interpretem a situação do negócio, façam projeções e realizem cortes orçamentários – quando necessário.

2 – Transformação de funções

A Inteligência Aumentada pode levar à transformação das funções tradicionais e da forma com que lidam com os processos. A automação da folha de pagamento, por exemplo, pode simplificar o trabalho do RH.

Contudo, isso não significa que as funções serão absorvidas pela máquina. Afinal, elas ainda exigem raciocínio, know how, criatividade e relacionamento interpessoal – algo ainda restrito a seres humanos.

3 – Aprendizagem e desenvolvimento

Com essas mudanças na atuação, surge a oportunidade do colaborador assumir novas atividades e aprimorar suas habilidades. Ele tem a chance de crescer profissionalmente e se tornar altamente qualificado.

Ao mesmo tempo, as empresas devem investir mais em treinamentos que visam a inclusão digital. Afinal, nem todos os usuários possuem conhecimentos técnicos. Junto a isso, eles serão cada vez mais desafiados pelo avanço tecnológico e precisarão estar prontos para captar todo o seu potencial.

4 – Surgimento de novos empregos

Por mais que muitas pessoas ainda tenham o receio de que, com a ascensão da Inteligência Artificial, as máquinas irão gerar a perda de empregos, a Inteligência Aumentada comprova que o ser humano é - e continuará sendo - fundamental.

O que irá mudar, porém, são as exigências de mercado. Isso porque estão surgindo novas habilidades e qualificações. Assim como cargos, incluindo:

  • Gerente de negócios de IA;
  • Analista ou cientista de dados;
  • Consultor de IA;
  • Treinador de “robôs”.

Cabe aos profissionais, portanto, buscar o aperfeiçoamento para se enquadrar em um novo momento nos negócios.

Adote as soluções de Inteligência Aumentada na sua empresa

Quem deseja obter sucesso em um mercado altamente competitivo, precisa melhorar sua gestão e seus processos. Para isso, é essencial trabalhar com dados precisos e atualizados em tempo real.

Para isso, a Inteligência Aumentada surge como uma das melhores alternativas. Afinal, ela alia a capacidade da máquina com a humana. Permitindo a obtenção de informações qualificadas para, posteriormente, serem analisadas e utilizadas por profissionais especializados.

Para aprimorar seu conhecimento sobre o assunto, baixe o infográfico Como migrar sua ferramenta de análise de dados para nuvem.