Sua empresa já entendeu a importância de transformar os dados que captura em decisões estratégicas? Então, o desafio agora é convencer a área de TI a escolher uma ferramenta para transformar esses dados em informações valiosas, ou seja, implementar uma ferramenta de Business Intelligence. Segundo o Gartner, neste ano, os investimentos em BI e Analytics tendem a continuar crescendo nas empresas, com estimativas de atingir US$ 22,8 bilhões.

O setor de TI tem hoje uma função mais estratégica, fundamental para influenciar decisões relevantes para o negócio. Mas, muitas vezes, por conta disso, o setor se ressente da sobrecarga de trabalho. Então, como otimizar o trabalho de TI? Na verdade, uma plataforma de BI vai ajudar na diminuição de trabalho manual de TI.

Como convencer a área de TI a adotar a solução de BI?

Dados da Pesquisa de Agenda do CIO 2017 da Gartner mostram que os CIOs (Chief Information Officer) estão mudando seu padrão de investimento em resposta aos negócios digitais, já gastando este ano 28% de seu orçamento em apoio à digitalização. Entre as prioridades de investimentos estão Business Intelligence (BI) e analytics em todos os tipos de organização, com uma média de 38% dos entrevistados citando-os em suas três principais prioridades.

Sem dúvida, mesmo uma organização média não pode hoje prescindir de uma ferramenta como a de BI. Ao analisar os dados de uma empresa, ela gera diferenciais competitivos, auxiliando a tomada de decisões mais assertivas para melhorar a performance.

O uso da plataforma oferece maior precisão de dados e pode trazer em médio e longo prazo importantes ganhos para a operação. Como, a otimização e melhora da gestão, controle de tempo e produtividade da equipe. Além da possibilidade de correções de rotas para um resultado final melhor.

Diminuição do trabalho manual de TI

Para o setor de TI, o uso da plataforma de Business Intelligence pode substituir a utilização de algumas outras ferramentas. As fórmulas e planilhas utilizadas para gerar e padronizar as informações podem ser feitas diretamente no software. Isso reduz o tempo que a equipe de TI teria que dedicar à resolução de problemas técnicos e falhas nos sistemas. Só isso já evidencia a diminuição do trabalho manual de TI!

Trata-se, na verdade, de uma mudança na cultura da área. O setor ganha sinergia com as outras áreas do negócio, para gerar oportunidades e estruturar o caminho para um fluxo de trabalho melhor. Quando se alcança esse nível, diversas situações se modificam:

  1. A TI se torna um elemento de vantagem competitiva e deixa de ser um centro de custo;
  2. Os recursos são direcionados para uma gestão eficiente;
  3. A definição de políticas e arquiteturas tecnológicas cria padrões que diminuem os custos e os riscos, além de possibilitar o reaproveitamento de recursos;
  4. O ambiente informacional que propicia o surgimento de estratégias é fortalecido.

A solução de BI otimiza a produtividade da área de TI, ao permitir a criação de painéis e dashboards com os dados coletados, o que facilita a análise dos indicadores necessários.

É um processo em que todos ganham, pois facilita a gestão das empresas, tarefa que exige tempo e dedicação por parte das pessoas que estão à frente das empresas. O que implica cobranças menores das áreas da empresa, já que todos podem acessar os dados.

Veja sete dos benefícios que ferramenta de Business Intelligence oferece:

  1. Rapidez e melhora no processo de tomada de decisão, considerando dados capturados de sistemas internos, do mesmo modo que variáveis externas, como dados macroeconômicos, informações do mercado ou da concorrência;
  2. Otimização dos processos internos de negócios, pois com isso é possível rever algumas etapas e atividades;
  3. Aumento da eficiência operacional, porque a ferramenta agiliza a análise de dados e permite a geração de informações gerenciais em alta velocidade;
  4. Controlar melhor receitas e despesas, de forma a integrar a realização de despesas com as informações do estoque, as receitas com o fluxo de caixa e o planejamento de investimento. Isso ajuda a dar uma visão completa sobre saúde financeira, bem como sobre a forma de administração dos recursos.
  5. Geração de novas receitas, pois a análise de suas informações financeiras e de seus clientes pode representar aumento no faturamento anual;
  6. Ganho de vantagem competitiva, com ações proativas;
  7. Identificar tendências de mercado, associando-as aos seus objetivos estratégicos e encontrando oportunidades de atuação, para minimizar os riscos do negócio

Como escolher uma solução de BI

Em geral, sistemas de Business Intelligence robustos capacitarão os gestores a tomarem decisão baseados em dados reais e em informações integradas. Para isso, a ferramenta deve possuir características como:

  • Integração com os principais bancos de dados da empresa;
  • Capacidade de compartilhamento;
  • Centralização de todos os dados disponíveis em um único aplicativo;
  • Permitir análise colaborativa;
  • Governança e segurança de dados;
  • Possibilitar a construção de painéis analíticos, gráficos, tabelas, painéis, mapas e outros, em tempo real;
  • Estar disponível na nuvem e ser acessível em qualquer dispositivo como smartphones e tablets.

Além disso, é fundamental que uma ferramenta de BI cumpra seu objetivo maior: ajudar na compreensão dos detalhes do negócio por meio da exploração de dados complexos e visualização de informações importantes. É igualmente imprescindível que sistemas de Business Intelligence possam ser personalizados para atender às necessidades dos usuários.

Assim, as ferramentas digitais, como BI, são hoje mecanismos responsáveis pela transformação digital dentro das empresas. Se a TI era vista antes apenas como a área responsável pela operação de toda a infraestrutura de informática de uma empresa, hoje é protagonista na evolução estratégica de uma organização. Então, percebeu como a implementação de soluções digitais com BI pode gerar valor para sua empresa?

Nova call to action