Gerenciar de forma eficiente o estoque é uma atividade que requer muito planejamento e análise para que não ocorram perdas financeiras. Em momento de crise econômica, quando as vendas caem e os produtos tendem a ficar encalhados, o desafio se torna ainda maior.

No segmento varejista, por exemplo, de acordo com a Confederação Nacional de Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), será a primeira vez que o comércio deverá registrar queda de 4,1% nas vendas de Natal.

Com essa previsão desanimadora, surge a preocupação do que fazer com o estoque que já está acumulado por conta do mau desempenho comercial dos últimos trimestres.

Confira abaixo três importantes fundamentos que devem ser aplicados por organizações de qualquer segmento para otimizar a gestão do estoque e evitar perdas.

New Call-to-action

  1. Analise o comportamento de cada item do seu mix

Uma grande armadilha que pode prejudicar o gerenciamento do estoque é se basear somente na experiência passada para definir o mix de produtos ou ainda confiar em um único fator, como a sazonalidade, por exemplo. Para evitar desperdício e falta de giro de produtos, é necessário investir numa análise consistente de informações, entender contextos e tirar conclusões que ajudem na melhor composição de estoque. Uma solução de Business Intelligence pode ajudar a fazer esse mapeamento de dados e possibilitar uma tomada de decisão certeira.

  1. Entenda o perfil do seu cliente

Hoje em dia, é possível conhecer profundamente o consumidor. As ferramentas analíticas permitem mapear informações que indicam, por exemplo, a época do ano que cada cliente costuma comprar mais, suas preferências, ticket médio de compra e etc. Com essas informações em mãos é possível criar estratégias de promoções personalizadas para liquidar o estoque excedente. Cada vez mais, o cliente está em busca de um atendimento individualizado. Utilize a riqueza de dados que tem a sua disposição para desenvolver campanhas promocionais e de fidelização.

  1. Planeje a compra

Ao conhecer profundamente o comportamento de venda de cada item do seu mix de produtos e também o perfil do seu cliente, é possível realizar uma gestão inteligente do estoque, melhorar os processos de logística e a negociação com os fornecedores. Fazer a compra planejada e com base em dados consistentes, evita o acúmulo desnecessário de produtos e reduz os custos da organização. Saber quando e quanto deve comprar de cada fornecedor ou produzir de cada produto é um diferencial que ajuda a manter o equilíbrio do estoque.

Para uma gestão eficiente de estoque vale a pena contar com o apoio de uma plataforma analítica para obter informações sobre as tendências de vendas e, dessa forma, aumentar as margens de lucro, evitando acúmulo de produtos.