Ao utilizar uma planilha e filtrar determinadas informações para obter respostas específicas, você tem acesso somente ao que foi selecionado.

Se a sua intenção é, por exemplo, saber como foi a venda de um produto no mês de maio de 2017, ao selecionar essas informações, apenas dados relacionados aparecerão e, portanto, você terá uma percepção direcionada sobre esse período e o produto referido.

Embora bastante útil, essa função deixa a desejar quando comparada a recursos atuais de análise de negócios.

Isso ocorre porque ferramentas de Business intelligence (BI) fornecem mais do que isso: eles respondem às perguntas e ainda revelam questões relevantes que não estejam, necessariamente, relacionadas ao que foi pesquisado, mas que geram insights importantes para a tomada de decisão.

Neste conteúdo, mostraremos como a visualização de dados não selecionados podem trazer insights importantes para criar um plano de ação compatível com a realidade dos negócios.

É possível perguntar sem renunciar?

Fazer perguntas e obter respostas já não é considerado o maior desafio no mundo dos negócios, pois os recursos disponíveis no meio corporativo já são capazes de dar conta dessa demanda.

No entanto, o desafio real para quem quer analisar os resultados de uma empresa é: “O que perguntar?”.

Bom, é preciso lembrar que ao escolhermos determinado aspecto para analisar, renunciamos uma série de outros fatores. Cada pergunta feita traz uma renúncia (ou mais de uma).

Esse obstáculo ocorre quando a escolha da análise se restringe ao que pessoas acreditam ser relevante para o negócio e, devido a limitações da percepção humana, nem sempre se alcançam todos os aspectos que influenciam os resultados. Assim, formam-se “pontos cegos” e as decisões nunca trazem o efeito desejado.

Ao ter mais de uma fonte de dados esse problema se acentua ainda mais, apontando para a necessidade de criar uma única plataforma, com informações consolidadas.

Diante disso, imagine poder pesquisar determinada informação sem ter receio de estar negligenciando uma série de outros elementos que podem ser mais importantes do que aquilo que você busca?

Com uma solução de BI, que inclua em vez de excluir e pergunte sem renunciar, é possível alcançar essa segurança, tendo a certeza de que cada pergunta trará mais insights e, consequentemente, outros questionamentos, avançando na análise dos resultados.

Como a visualização de dados não selecionados traz insights?

O recurso visual da Plataforma Qlik permite que, ao selecionar algum aspecto específico, o usuário tenha acesso a um conjunto de dados, englobando tanto o que está contido quanto o que não está contido naquela ação.

dashboard 1.png

dashboard 3.png

A esse tipo de processo podemos chamar de análise de conjunto, que consiste na maneira mais completa de conhecer a realidade de um negócio.

Isso significa que essa tecnologia faz uma análise visual que envolve todas as informações disponíveis, oferecendo a resposta selecionada de maneira contextualizada, em vez de isolada ou de forma aleatória.

Vale destacar que todo processo é formado por fatores interdependentes e, por isso, quanto mais integrado for um dashboard, melhor vai ser a interpretação sobre o resultado final.

métricas de negócios

 

EXEMPLO DE INSIGHT

Vamos supor que um gestor quer saber sobre o desempenho de seus vendedores em uma região específica e descobre que em outra localidade os números estão muito abaixo do que no anterior. Nesse sentido, suas ações podem ser direcionadas prioritariamente para a segunda região, o que é mais coerente com o momento.

Isso representa ações internas alinhadas com as externas, cuja característica diz respeito a uma forma de gestão que diminui aquelas tarefas recorrentes, com pouco impacto nos negócios, e passa a ocupar um lugar estratégico.

Em um mercado cada vez mais competitivo e apoiado em recursos digitais, percebe-se, tanto na automatização de processos quanto na inserção de plataformas em atividades variadas, uma tendência que parece ter vindo para ficar.

Pensando em uma cadeia evolutiva, as ferramentas de BI são a evolução das planilhas e dos relatórios manuais, oferecendo funções bem mais avançadas e flexíveis para diferentes tipos de negócio. Quanto maior for a liberdade para customizar, mais completa será a análise.

Portanto, gestores, vendedores, profissionais autônomos e empreendedores podem enxergar nos sistemas integrados de gestão a solução que eles precisam para tornar a rotina mais ágil, analisar resultados complexos sem muito esforço e criar ações alinhadas com as suas necessidades.

Acesse nosso blog para saber mais sobre como o Business Intelligence pode ajudar seu negócio a crescer e se destacar no mercado!