Muitas organizações já entenderam o real valor da análise e visualização de dados e os seus benefícios para a gestão estratégica do negócio. A era do Big Data empurrou muitas corporações para fora da zona de conforto, fazendo com que elas procurassem meios de se atualizar e seguir adiante com esta nova realidade de mercado.

Apesar de ser uma ótima ferramenta para melhorar os resultados, a imensidão do Big Data pode deixar certas empresas totalmente perdidas e sem saber quais são os dados que de fato são relevantes para o seu sucesso.

Neste post vamos falar sobre o excesso de dados e quais são as informações que sua organização precisa analisar e levar em consideração ao utilizar um sistema de Business Intelligence como o Qlik!

Quais dados devem ser analisados?

Segundo um artigo publicado pela Revista Wired, a quantidade de dados que pode ser gerada atualmente (seja através das redes sociais, planilhas estruturadas, softwares de gestão, CRMs, etc) é tão grande que fica muito fácil perder o foco nas métricas e dados necessários. São dois tipos de dados:

  • Dados estruturados, que são aqueles provenientes de bases e bancos de dados, como planilhas ou sistemas como ERP, CRM, etc
  • Dados não-estruturados, que são as informações estratégicas que surgem de fontes como internet, mídias sociais, gravações de call center, textos, comentários em redes sociais.

Essa diferença entre os tipos de informação demonstra que para trabalhar bem os dados não é preciso escavar todas as fontes de dados existentes, basta concentrar os esforços na análise dos dados certos, aqueles que de fato fornecem informações que contribuem para a estratégia da área ou para um plano de ação determinado.

O artigo ainda afirma que muitos dados são usados fora de contexto ou são utilizados de maneira confusa. Tanto os dados estruturados como os não-estruturados são importantes para as empresas, o grande desafio é encontrar quais informações realmente são úteis para a estratégia atual.

Criou-se um mito de que uma maior quantidade dados é garantia de ainda mais precisão de análise, algo que nem sempre é fato. Não existe um banco de dados melhor ou pior que o outro, portanto, a resposta para a pergunta “quais dados devem ser analisados” é: todos, basta que a organização saiba direcionar a análise para construir seu objetivo.

métricas de negócios

Fortaleça o Business Intelligence  com outras tecnologias

Algumas ferramentas até conseguem auxiliar na visualização e compilação de dados, como é o caso de alguns ERPs e CRMs, mas esta não é a sua principal função. Uma empresa que pretende mergulhar nos benefícios do Big Data e da análise desses dados deve se municiar de sistemas que tenham como principal função a visualização e análise de dados.

Resumindo: sistemas de Business Intelligence trabalham dados de maneira flexível e analítica, um diferencial poderoso em relação às demais ferramentas que são geradoras de dados.

O uso de ferramentas digitais é algo consolidado nos mais diferentes nichos de mercados. Diversas organizações já utilizam sistemas como ERPs e CRMs para construir uma boa base de dados, porém, essas ferramentas são otimizadas quando são aliadas a um sistema de Business Intelligence capaz de analisar os dados e transformar imensos volumes de informações em gráficos e representações visuais otimizadas.

Um dos grandes desafios de se trabalhar com dados é a sua visualização. Empresas gastam substanciais quantias para contratação de cientistas de dados, sendo que muitas vezes uma boa solução de Business Intelligence é mais do que o suficiente.

Tecnologias como o Qlik Sense otimizam o trabalho com Big Data e colocam o usuário no controle total das informações. Com alguns cliques é possível gerar relatórios completos.

Quer alguns exemplos? É possível gerar relatórios por produtos, por cliente ou por PDV. A capacidade de customização é um diferencial gigantesco dos sistemas de Business Intelligence frente à outras plataformas de gestão de dados, tudo isso com uma interface simples e intuitiva.

Um sistema de BI adequado auxilia a empresa a determinar quais são os dados mais importantes para a sua estratégia e, principalmente, otimiza esses dados para os gestores, fazendo com que eles não sejam apenas um amontoado de números, mas sim informações estratégicas para a construção de resultados positivos.

--

Como você pode ver, saber analisar os dados corretos e alinhados com a estratégia atual da organização é essencial para o sucesso do negócio. Ferramentas de Business Intelligence como o Qlik Sense podem ajudar significativamente na visualização, integração e análise dessas informações.

Se você está em busca de soluções para trabalhar dados de maneira inteligente, agregando valor à gestão estratégica da sua empresa, convidamos você a conhecer as soluções desenvolvidas pela Qlik. Aproveite também para navegar pelo nosso blog e conhecer outros conteúdos produzidos pela nossa equipe!

Download Qlik Sense