Gerir uma organização sem ter controle sobre os dados internos, de mercado e da concorrência é uma tarefa extremamente árdua. Um gestor de sucesso usa as informações a seu favor e as têm com aliadas na tomada de decisão e nas rápidas correções de rotas necessárias no meio do caminho. É desta forma que muitas companhias conseguem crescer saudavelmente e atingir resultados surpreendentes.


Até pouco tempo atrás, a utilização de uma ferramenta de Business Intelligence (BI) era exclusividade da área de TI. Os técnicos captavam os dados e os enviavam para análise e interpretação dos departamentos interessados. Mas esse cenário mudou.


Hoje, os líderes de todas as áreas de uma empresa devem ter acesso rápido, direto e constante aos dados e informações que tanto buscam, sem intermediários. Ou seja, existe a necessidade de manuseio direto da ferramenta analítica, que por sua vez precisa ser intuitiva, fácil e prática para preencher o conceito conhecido internacionalmente como Self Service BI.


Segundo o Gartner, as ferramentas de Data Discovery serão, nos próximos anos, a primeira opção de escolha das empresas na plataforma de BI.


Outra vantagem do BI é contar com dashboards que possibilitam o cruzamento de informações valiosas internas, de concorrentes e mercado para manter o bom desempenho da companhia e ainda realizar análises preditivas.


Além disso, é possível fugir dos relatórios estáticos e monótonos e inovar nas apresentações por meio de simulações de cenário em tempo real. Analisar os dados de forma interativa agrega mais valor a uma reunião gerencial e ainda permite insights importantes a qualquer momento.


Diferencial nas campanhas de marketing e vendas


A utilização de uma plataforma de inteligência de dados para uma estratégia de marketing e vendas faz toda a diferença.


Por meio do BI, os líderes têm a possibilidade de conhecer as preferências de seus consumidores, mapear e entender a jornada de compra, identificar os canais mais eficientes para uma comunicação direcionada e, assim, criar uma campanha orientada a resultados.New Call-to-action