As demandas dos negócios rumo aos modelos digitais mostram que os executivos devem estar preparados para encarar as mudanças. Entre as oportunidades, destaca-se a exploração de enormes quantidades de dados, de maneira rápida. Essas mudanças não apenas impulsionam melhorias operacionais, como também vêm ampliando as expectativas sobre a geração de insights ao negócio.

Segundo estudo global feito pelo Gartner, para 58% dos CEOs, o crescimento dos negócios é prioridade nas estratégias até 2020, o que engloba investimentos em tecnologia. Nessa perspectiva, o gestor financeiro tem à disposição ferramentas como a de Business Intelligence para coletar e estruturar os dados corporativos e ganhar competitividade. Isso é possível porque, ao customizar a ferramenta de BI, você vai ter acesso a informações privilegiadas.

Como customizar uma ferramenta de BI para finanças?

Os dados captados dos diversos sistemas da organização devem ser tratados. Por isso, é necessário definir estratégias que possibilitem sua utilização com objetivos claros para a organização.

Como milhares de dados são gerados em curtos espaços de tempo, a análise de todos os indicadores à disposição fica mais difícil. A saída é manter o foco naquilo que mais interessa para a verificação periódica. Os KPIs (Key Performance Indicators, ou Indicadores-Chave de Desempenho) são, resumidamente, os indicadores de sucesso para a sua empresa, as métricas que demonstram se a empresa está caminhando para alcançar seus objetivos.

Trabalhando em conjunto com outros sistemas corporativos, a ferramenta de BI para finanças gera conhecimento real, melhora a tomada de decisões e facilita a definição de estratégias. Ela permite a criação de relatórios e painéis interativos e personalizados, segundo a definição de indicadores do gestor, a partir dos dados das diversas fontes de seu negócio. Um analytics moderno precisa de associações dinâmicas para explorar todas essas informações e entender como esses dados se relacionam, aproveitando todo seu potencial de análise e predição. Veja, a seguir, quais são os 11 documentos gerados:

  1. Análise do comportamento das finanças: A ferramenta de BI para finanças é fundamental para estruturação e análise dos dados financeiros. Permite uma visão organizada do fluxo de caixa para entender as movimentações de entrada e saída do dinheiro feitas na empresa. Analisando o cenário, é possível prever novas situações e definir estratégias para reduzir custos e aumentar o lucro.
  2. Planejamento do orçamento: Em período de instabilidade econômica, saber como investir adequadamente o dinheiro e, principalmente, analisar riscos é essencial para evitar prejuízo. O BI permite estudar os dados, avaliar os cenários e obter uma previsão orçamentária de forma simples e eficiente.
  3. Gerenciamento de pagamentos e recebimentos: Com a solução de Business Intelligence, outro benefício é analisar o perfil dos clientes e identificar bons e maus pagadores. Com os dados de contas a pagar e a receber, consolidados na plataforma, é mais fácil ter uma visão total sobre determinado período e calcular ganhos e perdas. Além disso, ao conhecer melhor seu cliente, você consegue definir uma estratégia assertiva para cobrá-lo ou para vender mais.
  4. Otimizar o controle financeiro: Com o acesso a informações estruturadas, em relatórios consistentes, é possível fazer uma análise preditiva. Isso possibilita traçar cenários e abastecer os tomadores de decisões com dados consistentes. Uma boa ferramenta para melhor análise de dados na empresa, como BI,é a alternativa mais eficiente para integrar os dados.
  5. Gerenciamento de riscos: Com a análise detalhada de cada área da empresa, fica mais fácil descobrir e dimensionar com rapidez os gargalos de uma organização. Logo, você pode definir práticas seguras para evitar futuros prejuízos.
  6. Gestão de impostos: Caso não exista um departamento fiscal próprio, que lide com o cálculo de impostos a pagar e o cumprimento das exigências tributárias, essa função costuma ser atribuída ao departamento financeiro da empresa. Nesse caso, o setor pode identificar o regime tributário mais favorável, para que a empresa não gaste mais do que poderia com tributos.
  7. Relação com investidores: Cabe ao departamento financeiro adotar uma política de transparência, que está diretamente ligada à organização e à divulgação clara e detalhada de suas contas. Essas medidas são necessárias para aumentar a confiança dos investidores.
  8. Indicadores de rentabilidade: Permitem conhecer os lucros da empresa em relação ao nível de vendas, ativos e capital investido. Esse tipo de indicador é particularmente útil na comparação do desempenho da empresa em períodos diversos.
  9. Indicadores de estrutura de capital: Analisam o endividamento da empresa, sua capacidade de gerar caixa suficiente para cobrir os juros de suas dívidas e garantir seu crescimento e expansão.
  10. Indicadores de liquidez: Comprovam a capacidade da empresa em cumprir suas obrigações de curto prazo dentro do vencimento.
  11. Indicadores de atividade: Medem a velocidade com que as contas da empresa são transformadas em vendas ou caixa.

Customizando uma ferramenta de BI para sua empresa

Tecnologias de BI otimizam o trabalho com Big Data e colocam o usuário no controle total das informações. Em qualquer tipo de negócio e com qualquer KPI definido pela área financeira. Bastam alguns cliques para gerar relatórios completos. Assim, você customiza uma ferramenta de BI para sua empresa.

Algumas ferramentas reúnem todos os dados, de diferentes fontes, sem precisar de cruzamentos complexos e pré-selecionados. São diversos recursos que permitem unir diferentes fontes de informação rápida e facilmente, permitindo a exploração dos dados sem limitações.

Os usuários podem explorar livremente a informação, da forma que desejarem, com a certeza de que nenhum dado se perderá pelo caminho. Podem fazer todas as perguntas, por meio de pesquisas simples e seleções. Enfim, uma ferramenta intuitiva que facilita a exploração dos dados e que demonstra o contexto no qual a empresa está inserido.

Analise os resultados

Esses são os principais indicadores financeiros que podem ser calculados e analisados em sua empresa. Perceba que uma solução de analytics para criação de relatórios financeiros acelera as organizações com dados mais direcionados e em tempo real. Com isso, oferece a possibilidade de descobrir e aproveitar novas visões. O mais importante é a que se criem estratégias e ações, a partir dos resultados observados.

Uma estratégia interessante, que costuma trazer bons resultados, é a comparação dos indicadores financeiros de sua empresa com aqueles demonstrados pelas concorrentes. Isso dará uma boa ideia do seu posicionamento no mercado. Invista na análise dos seus indicadores financeiros. As ferramentas de tecnologia vieram para alavancar seus resultados!

Nova call to action